Projetado por Oscar Niemeyer em forma de maloca redonda dos índios Yanomami, o Memorial dos Povos Indígenas foi construído em 1987, com financiamento da Fundação Banco do Brasil, em terreno doado pela TERRACAP no Eixo Monumental Oeste, localidade privilegiada de Brasília.

 

Pela sua localização e importância arquitetônica, antes de abrir como Memorial dos Povos Indígenas, o prédio foi transformado em museu de arte moderna e inaugurado com uma exposição do artista venezuelano Armando Reverón.

 

Inconformados com a perda do prédio, os lideres indígenas, apoiados por diversos representantes da comunidade brasiliense, incluindo intelectuais, artistas e outros simpatizantes da causa, iniciaram longa campanha para retomar o espaço. Os pajés fizeram suas “rezas” para proteger o local e impedir o seu funcionamento até que o prédio fosse designado novamente como museu indígena.

 

Apesar de vários projetos terem sido elaborados para o seu funcionamento, o prédio permaneceu desativado e em 1989 foi transferido para o Poder Federal. Ainda assim, permaneceu fechado durante muitos anos.

 

Compartilhar

Escreva uma crítica

5 Classificação média
Seu endereço de e-mail não será publicado.

Zona Cívico-Administrativa Em frente ao Memorial JK, Brasília - DF

Entre em contato com a empresa

    E-mail acima é do local, abaixo entre em contato com o guia de Brasília BSBgo!

    Compartilhar